Monte Sião recebe fiéis de todo o país para a tradicional Festa da Padroeira

Reúne todo ano religiosos em busca de graça ou agradecimento aos milagres atribuídos à Nossa Senhora da Medalha Milagrosa.

  
  
Construída em 1849, a igreja de Nossa Senhora das Medalhas Milagrosas é o primeiro santuário fora da França dedicada à Santa.

A cidade mineira, conhecida como a Capital Nacional do Tricô, se transformará em centro de peregrinação dos devotos da Nossa Senhora.

De 18 a 27 de novembro, Monte Sião

, situada a apenas 170 km de São Paulo e 480 km de Belo Horizonte, recebe fiéis de todo o país para a tradicional Festa da Padroeira.

Principal evento religioso do município do sul de Minas, a Festa da Padroeira reúne todo ano religiosos em busca de graça ou agradecimento aos milagres atribuídos à Nossa Senhora da Medalha Milagrosa. Durante o período das festividades, Monte Sião deverá receber cerca 30 mil visitantes, segundo as estimativas da prefeitura.

Com o tema "Maria, mãe dos caminhantes ensina-nos a caminhar ouvindo e praticando a palavra de Deus", a Festa da Padroeira 2011 será marcada por missas diárias, encenações sobre a aparição a Virgem Maria e culminará com uma procissão luminosa pelas ruas da cidade.

Primeiro santuário da padroeira fora da França - Construída em 1849, a igreja de Nossa Senhora das Medalhas Milagrosas, de Monte Sião, é o primeiro santuário fora da França dedicada à Santa.

Assim como a paróquia francesa, o santuário mineiro é conhecido pelas suas medalhas consagradas. Diz a lenda que a Nossa Senhora teria aparecido à Santa Catarina Labouré, na França, pedindo para que cunhasse medalhas, que garantiriam proteção especial a quem as usasse.

Sobre Monte Sião:

Situada no sul de Minas, Monte Sião surgiu no século XVIII a partir de um povoado formado por garimpeiros que trabalhavam na região de Ouro Fino, que cresceu com a chegada dos imigrantes italianos que vieram trabalhar nas lavouras da região e trouxeram a tradição do tricô.

Antes tecidas artesanalmente, as malhas aos poucos passaram a ser produzidas em máquinas a partir de 1965. Em 1972, o município promoveu a primeira Feira Nacional do Tricô, evento tradicional do calendário da cidade.

Hoje, Monte Sião está entre os principais pólos produtores de malharia retilínea do país. Com uma população de um pouco mais de 20 mil habitantes, a região conta com cerca de 1,2 mil malharias de pequeno e médio portes, que confeccionam atualmente 25 milhões de peças ao ano, correspondente a cerca de 50% do volume produzido pela região do Circuito das Malhas.

Programação:

De 18 a 26 de novembro
18h - Oração de Ângelus
18h30 - Terço
19h - Encenação das aparições da Nossa Senhora
19h30 - Missa no Santuário

Dia 27 de novembro - Dia da Padroeira
Missas às 5h30, 7h, 10h,13h e 15
A partir das 18h, Missa Solene e Procissão Luminosa percorrendo as principais ruas do centro da cidade.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Denise de Almeida

  
  

Publicado por em