Roteiro Espiritual atrai turistas para o Triângulo Mineiro

A busca pela espiritualidade é o que move cerca de duas mil pessoas, todo mês, até a cidade de Sacramento, no Triângulo Mineiro. A região é considerada berço do espiritismo nacional

  
  
Gruta dos Palhares é um dos atrativos de rota turística no Triângulo Mineiro

A busca pela espiritualidade é o que move cerca de duas mil pessoas, todo mês, até a cidade de Sacramento, no Triângulo Mineiro. A região é considerada berço do espiritismo nacional. Uberaba, por exemplo, é a terra do coração de Chico Xavier, e a cidade de Carlos Baccelli, Celso de Almeida Afonso e Alaor Borges Junior, três dos principais médiuns do País.

É no Triângulo também que foram fundadas a primeira escola espírita do Brasil – o Colégio Allan Kardec –, e o primeiro centro espírita rural, dois dos principais atrativos que integram a rota turística religiosa. Formatado com o apoio do governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), o roteiro tem início em Uberaba, passa por Araxá e é encerrado em Sacramento. Entre os atrativos, os turistas têm acesso ao Hospital do Pênfigo – Dona Aparecida, Centro Espírita Irmã Valquíria, Mausoléu Chico Xavier, Casa Espírita Antusa, Museu Chico Xavier (última casa do médium em vida), asilo André Luiz, Centro Espírita Aurélio Agostinho, Casa do Caminho, Centro Espírita Sacramento Dona Heigorin e Museu Eurípedes Barsanulfo (um dos médiuns mais estudados do País). Outras opções são conhecer a Gruta dos Palhares e a Chácara Triângulo, onde acontece, todos os dias, há 104 anos, o culto das 09h, um culto espírita.

Daniela Scripilliti, de São Paulo, já realizou o passeio por três vezes. Em duas delas, levou os filhos. Também já apresentou a rota a uma amiga e à ex-cunhada. “Não é só visitar lugares bonitos, é conhecer a história do espiritismo. Gostei muito do Museu Barsanulfo, é muito preservado e possui uma energia muito boa. É impressionante como todo o trabalho dele foi mantido, mesmo com pouquíssimos recursos”, relata ela, que é simpatizante da religião espírita. Daniela também destaca o jardim do Colégio Allan Kardec. “Tem um espaço para meditação, um astral muito legal”, diz.

Frederico Crema Leis, proprietário da Maritaca Turismo, que opera o roteiro religioso, explica que, em geral, os visitantes realizam o passeio em busca de mais informações sobre o espiritismo. “O turista vai para conhecer os ensinamentos de Eurípedes Barsanulfo e Chico Xavier. É um público muito alternado. Outro dia recebemos um casal suíço e um casal de jovens; e na última semana veio um ônibus da terceira idade”, conta.

Mesmo com diversidade turística, rota religiosa se destaca
O roteiro espiritual do Triângulo Mineiro integra o Circuito Turístico dos Lagos, que é constituído de 17 municípios, nove deles em Minas Gerais e oito em São Paulo. Além do roteiro espiritual, o Circuito conta com atrativos voltados para o Lazer Náutico e Pesca, nas cidades de Rifaina, Igarapava e Miguelópolis; Ecoturismo e Aventura, nas cidades de Sacramento, Pedregulho e Buritizal; Negócios e Eventos, em Uberaba; Turismo Rural, em Conquista, além do segmento Cultural, em que diversos municípios ainda preservam resquícios de sua antiga arquitetura e expressam suas manifestações culturais.

Segundo Manuel Pedro Leal, presidente da Associação do Circuito Turístico dos Lagos, a diversidade de opções oferecidas gera oportunidades de turismo na região, mas o roteiro espiritual se destaca. “Não se pode negar que o atrativo principal da região envolve o aspecto religioso e espiritual, no entanto, os demais segmentos vêm constantemente se fortalecendo e, gradativamente, se consolidando”, relata.

Ele avalia que os visitantes que buscam o roteiro religioso têm um propósito específico, de usufruir de experiências que despertem seus sentimentos de fé. “São motivadas pela curiosidade em conhecer e vivenciar cidades conhecidas por sua história e forte aspecto religioso e espiritual que paira no ambiente, envolvendo os visitantes nas comunidades locais, ou ainda, inspiradas pelas histórias de fé proporcionadas por um religioso local. O brasileiro, por natureza, é um povo de notável tolerância religiosa, atitude respeitosa e convívio pacífico entre pessoas com diferentes percepções de mundo. Agregado a isso, a região possui uma infraestrutura turística capaz de atender a essa demanda. Por isso, acreditamos que as pessoas que realizam o roteiro espiritual são fontes de estímulo para as pessoas que ainda não conhecem o roteiro. Muitas delas voltam constantemente aos destinos que visitaram”, comenta.

Turismo religioso no Estado
Na última semana, o governador Antonio Anastasia assinou decreto que declarou como Atrativo Turístico de Especial Relevância o conjunto paisagístico, artístico e cultural do Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade, em Caeté, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O ato vai de encontro à intenção do governo mineiro de fomentar ações de preservação dos conjuntos religiosos, históricos e culturais do Estado, além de fomentar o turismo e atrair recursos, gerando mais empregos de qualidade, mais cultura e mais renda para os mineiros.

O segmento de turismo religioso é um dos que mais cresce no mundo. Levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisas da Universidade de São Paulo mostra que existem cerca de 15 milhões de brasileiros interessados em destinos religiosos. Mais de 8,1 milhões de viagens domésticas no Brasil são motivadas pela fé.

Uma Pesquisa de Demanda Turística realizada pela Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais em 2011, mostrou o perfil dos visitantes motivados pelo turismo religioso em Minas. Segundo os dados, 68,2% são do próprio estado de Minas Gerais, 17,2% de São Paulo, 5,1% do Espírito Santo, e 4,5% do Rio de Janeiro; 40,8% possuem renda familiar até R$ 2.040,00; 40,8% possuem ensino médio; e 28,9% viajaram com grupos de excursão. Já a média de permanência no destino é de 2,6 dias; o gasto médio diário individual no destino é de R$ 62,84; 53,2% se hospedam em hotéis e pousadas; 88% afirmaram que a viagem em Minas Gerais atendeu ou superou as expectativas; e 93,9% pretendem retornar à cidade nos próximos dois anos.

Fonte: Setur MG

  
  

Publicado por em

Valdete Silveira Curvo

Valdete Silveira Curvo

06/12/2012 22:20:41
NOSSA! Eu nunca havia ouvido falar dessa região e o respectivo turismo. Amei a informação e acho muito importante essas iniciativas. Fiquei a imaginar mentalmente a energia existente nesses lugares. Muito importante mesmo. Parabéns, precisa de maior divulgação.