Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

Notícias > Turismo > Turismo rural > 

A hora e a vez do Turismo Rural

Representantes do segmento se encontrarão para trocar experiências e buscar parcerias. Comunidade virtual criada pelo MTur e MDA já tem mais de 250 membros

12 de Agosto de 2010.
Publicado por Equipe EcoViagem  

Pela primeira vez, a Rede Nacional de Turismo Rural realizará um encontro presencial. O objetivo é fortalecer o diálogo entre os

Pela primeira vez, a Rede Nacional de Turismo Rural realizará um encontro presencial. O objetivo é fortalecer o diálogo entre os
Foto: Sérgio Amaral (Ascom/MTur)

A Rede Nacional de Turismo Rural terá o seu primeiro encontro presencial neste sábado (14), em São Paulo (SP). O evento acontecerá durante a 7ª FeiraTur, evento nacional especializado no segmento, que é organizado pelo Instituto de Desenvolvimento do Turismo Rural (Idestur) e tem apoio do Ministério do Turismo (MTur). A entrada no encontro é gratuita e aberta para o público em geral.

Segundo a coordenadora-geral de Segmentação do MTur, Sáskia Lima, o objetivo é fortalecer o diálogo entre os atores da rede, que já conta com mais de 250 membros. “Por meio das discussões, fica mais fácil identificar as necessidades do segmento, o que contribui para a elaboração de novas políticas públicas”, explica.

A Rede Nacional de Turismo Rural foi criada em outubro do ano passado, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). É uma comunidade virtual, inserida no Portal da Cidadania do MDA e funciona como um grande fórum, no qual são realizados debates online e são disponibilizadas informações, notícias e acesso à biblioteca.

De acordo com a coordenadora do MTur, a rede surgiu da necessidade de articulação do Turismo Rural, apontada como a principal demanda do segmento pelo estudo “Priorização de Ações para Desenvolvimento de Segmentação”, realizado em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 2008.

Para Sáskia Lima, a ferramenta também tem impacto no consumidor final: “Durante os debates entre os participantes da rede, identificamos deficiências que o MTur e o MDA podem ajudar a solucionar – como, por exemplo, questões ligadas à legislação, que afetam não apenas quem trabalha no segmento, como também os turistas”.

A pauta do primeiro encontro prevê a exibição da proposta da Rede Nacional de Turismo Rural e a apresentação de diversos representantes do segmento, que falarão sobre suas experiências, o que deverá favorecer o estreitamento de relações, possibilitar o surgimento de parcerias e fortalecer a articulação.

Clarissa Valadares Xavier é doutora em turismo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater/DF) e tem presença confirmada no evento. Ela conta que espera conhecer experiências de outros estados, que possam ser aplicadas na capital federal. “O DF ainda precisa avançar muito nesse segmento, mas a rede já tem contribuído. Por meio dela, eu tenho uma importante contextualização do que acontece no Turismo Rural, experiências de sucesso, notícias e editais. Tudo isso é muito útil”, acrescenta.

O cadastro na Rede Nacional de Turismo Rural é gratuito. Para participar, clique aqui.

Fonte: MTur

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários


 

Veja também

Inscrições abertas para visitas ao Acampamento Farroupilha em Porto AlegreDomingo no Campo em Porto Alegre (RS): Dia dos Pais com churrasco e trilha

 

editar    editar    editar    124 visitas    0 comentários