Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

Notícias > Turismo > Turismo rural > 

Na data do 116º aniversário, SP decreta que Palácio do Horto será aberto ao público para exposições

Comemorações incluem atração artístico-cultural com exposição de artes plásticas e uma verba de R$ 15,4 mi para revitalização do Horto

13 de Fevereiro de 2012.
Publicado por Equipe EcoViagem  

Horto faz 116 anos e ganha R$ 15,4 mi para revitalização

Horto faz 116 anos e ganha R$ 15,4 mi para revitalização
Foto: José Luis da Conceição

Ao participar das comemorações dos 116 anos do Parque Estadual Alberto Löfgren, mais conhecido como Horto Florestal, referência para a população da zona norte da capital, o governador Geraldo Alckmin anunciou neste domingo, 12, investimentos de R$ 15.419.177,00 para a reforma e a revitalização do local.

"O valor é fruto de compensação ambiental e será investido para melhorar as trilhas, melhorar a parte de acessibilidade, iluminação do parque, desassoreamento dos lagos, recomposição de bordas de lagos, toda a parte de piso, instalações do parque, playground, local para crianças. Uma usina de açúcar e álcool, uma refinaria de petróleo, uma construtora de estrada, ela se compromete, na aprovação de estudo de impacto ambiental, fazer uma compensação. Aí o governo verifica quais as áreas que ele faz esse investimento, disse Alckmin.

Além das melhorias, a população da zona norte receberá mais um benefício: Alckmin também assinou decreto transferindo para a Secretaria de Estado Meio Ambiente (SMA) o Palácio do Horto, residência oficial de verão do governador. A partir da data, o Palácio ficará permanente aberto ao público, com exposição e eventos.

Serão investidos R$ 11.523.726,00 na ampliação da iluminação; implantação de centro de visitantes, trilhas com acessibilidade ecológicas e academia para a terceira idade; ampliação, adequação e melhoria nos equipamentos de recreação infantil, esportivo e do circuito de ginástica; desassoreamento dos lagos e contenção das bordas; projetos de comunicação visual e de coleta seletiva; e drenagem, proteção e monitoramento da Unidade de Conservação.

O Polo Ecocultural receberá investimentos de R$ 3,38 milhões para reforma e R$ 510 mil para sinalização da área, proteção e monitoramento dos núcleos Olaria e Vila Amélia. Na ocasião, o governador também entregou 16 viaturas zero quilômetro ao Instituto Florestal, entidade responsável por cuidar das áreas protegidas do estado de São Paulo.

Comemorações
Também foi aberta neste domingo a exposição Arte e Meio Ambiente: rompendo fronteiras, comemorando o Momento Itália - Brasil.

Exibida nos jardins do Horto, a exposição apresenta painéis com temas sobre a natureza, de autoria da italiana Margherita Leoni, que, há dez anos, reproduz a vida vegetal da Mata Atlântica. Nos jardins também estão expostas as esculturas de seu marido, Mello Witkowski Pinto, brasileiro, que estudou em Milão, na Itália, e cuja obra explora a relação do homem com a natureza.

Mello apresenta três esculturas em tamanhos agigantados. A peça Índio na canoa, com 4,5 metros, e Índio puro, com 2,17 metros de extensão. Margherita mostra ao público a obra Paradiso Terrestre: composta de 16 painéis de 24 metros, representa as florestas brasileiras com suas plantas nativas criando paisagens imaginárias. A artista ainda expõe Bandeiras e o vídeo Parque das Emas. A exposição ficará no Horto durante seis meses.

A mostra é uma parceria do Governo Italiano com o Governo do Estado de São Paulo por meio da SMA. Após o período no Horto, a exposição percorrerá, durante quatro anos, outros parques do estado.

Fonte: Governo de São Paulo

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários


 

Veja também

Serra do Curral: montanhas que emolduram Belo HorizontePiquenique no Parque da Água Branca em São Paulo

 

editar    editar    editar    0 visitas    0 comentários