Oficina vai planejar ações para incrementar turismo rural no Paraná

Agricultores Familiares do Paraná poderão recorrer a empréstimos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para financiar projetos de turismo rural em suas propriedades. Para isso, precisam de assist&ecir

  
  

Agricultores Familiares do Paraná poderão recorrer a empréstimos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para financiar projetos de turismo rural em suas propriedades. Para isso, precisam de assistência técnica que saibam elaborar os projetos para a captação de recursos.

A elaboração e o encaminhamento desses projetos será tema da primeira Oficina de Planejamento do Turismo Rural na Agricultura Familiar do Estado do Paraná, que acontece nesta terça (22) e quarta-feira (23) no Sebrae, em Curitiba. Ao final do encontro, os secretários da Agricultura, Valter Bianchini, e do Turismo, Celso Caron, assinam um termo de cooperação, envolvendo as duas secretarias para promoverem o turismo rural

Deverão participar representantes de 35 instituições, entre órgãos do governo do Estado, universidades federal e estaduais e prefeituras municipais que vão debater o planejamento das ações a serem adotadas até 2010, para captação de recursos do governo federal para serem aplicados no turismo rural.

Esse debate vai envolver a adequação dos programas de turismo já existentes nos ministérios do Turismo e do Desenvolvimento Agrário (MDA) à realidade do Paraná. “Será discutida a regionalização dos programas federais no Estado”, observou Ednei Bueno do Nascimento, coordenador da área de Turismo Rural, na Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab).

Em 2006, cerca de R$ 500 mil em recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário foram aplicados na apresentação de projetos de turismo rural no Estado. Para esse ano, a expectativa é ampliar esses investimentos. Segundo Nascimento, o turismo rural amplia a possibilidade da Agricultura Familiar captar recursos do Pronaf. “Mas os recursos só serão liberados se a região for considerada turística pelo Ministério do Turismo”, explicou o técnico.

Nas áreas designadas pelo ministério do Turismo, o agricultor familiar poderá captar recursos do Pronaf para financiar todas as atividades turísticas em sua propriedade, inclusive melhorar as lavouras para apresentação aos turistas, destacou Nascimento.

Serviço:

Dias: 22 e 23/05/07
Hora – 8:00 às 17:00 horas
Local – Sebrae – rua Caeté, 150 – Prado Velho - Curitiba

Fonte: AEN

  
  

Publicado por em

Plinio parizotto

Plinio parizotto

17/6/2009 17:48:10
dica colocar as cavalgadas diurnas e noturnas no roteiro do turismo rural do parana pois aqui na nossa regiao esta cada dia mais almentado esta pratica entre cavaleiros e amazonas .Eu mesmo sou pioneiro da cavalgada noturna aqui no meu municipio com apoio do sindicato e dos companheiros. valeu um abraço.

José Luciano Alves

José Luciano Alves

17/11/2008 11:57:25
Desejamos que estás oficinas de planejamento em ações para incrementação do turismo rural cheguem aqui em nosso estado Pernambucano.

Lyanne Rehder

Lyanne Rehder

Olá José Luciano! Obrigada pela participação. Vamos torcer para que chegue mesmo. Mas vcs ai podem dar um empurrãozinho também. Que tal se organizarem e procurarem os órgãos competentes e sugerir um projeto semelhante a este do Paraná? abs