Turismo Rural une o contato com a natureza ao modo de vida de comunidades agrícolas

Dormir ao som da mata e acordar com o canto dos pássaros é uma experiência constantemente desejada, presente no imaginário sonhador do homem das grandes cidades, mas agora você pode realizar este sonho

  
  
Joinville - Estrada Bonita

Dormir ao som da mata e acordar com o canto dos pássaros é uma experiência constantemente desejada, presente no imaginário sonhador do homem das grandes cidades.

O visitante da fazenda deixa de lado os apetrechos eletrônicos e todas as responsabilidades do dia-a-dia para vivenciar o modo simples e autêntico da vida no campo, em ambiente rural e familiar.

Além disso, a experiência inclui praticar atividades como cavalgadas, trilhas, banhos de rios, observação da fauna e da flora.

As fazendas centenárias de Minas Gerais e do Rio de Janeiro são excelentes atrativos para o turista. Se hospedar em lugares que fizeram parte da história do Brasil colonial e poder exercer atividades como colher verduras na horta ou ordenhar as vacas podem ser experiências inesquecíveis.

Para quem quer sentir o cheiro de fazenda, a brisa e o orvalho na pele, a dica é aproveitar os passeios a cavalo no Pantanal Matogrossense ou nos Pampas Gaúchos. Além, é claro, das trilhas em fazendas históricas do interior paulista.

Se você procura boa comida, não poderia escolher outro passeio. A comida da fazenda, preparada no fogão a lenha e as deliciosas sobremesas vão te deixar com um gostinho de quero mais.

Joinville - Estrada Bonita

A arquitetura dos séculos 18 e 19 também pode ser apreciada nos passeios rurais. As grandes fazendas da zona da mata nordestina, das cidades históricas de Minas Gerais e das cidades desenvolvidas a partir do café na região sudeste são responsáveis por um valioso patrimônio arquitetônico urbano e rural.

Hoje muitas sedes de fazendas do autêntico período colonial têm acolhido várias pessoas interessadas nesta história e também em participar do cotidiano das atividades rurais.

A fazenda e o campo estão nas raízes do Brasil. Nossa memória guarda lembranças das férias da época de criança. Nossos sentidos recordam a paisagem campestre e o som dos pássaros. Nossa memória olfativa não esquece o aroma do fogão a lenha, da terra molhada e das flores. Ir para o campo é como voltar no tempo.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em