Notícias > Turismo > Turismo sol e praia > 

Do litoral ao sertão, Paraíba tem opções turísticas para quem pretende fugir do agito do Carnaval

Repleta de riquezas naturais, detentora de um rico acervo histórico e de uma população acolhedora, a Paraíba se apresenta como um ótimo destino para quem deseja fugir do agito do Carnaval

9 de Fevereiro de 2012.
Publicado por Equipe EcoViagem  

Praia de Coqueirinho

Praia de Coqueirinho
Foto: Divulgação

Repleta de riquezas naturais, detentora de um rico acervo histórico e de uma população acolhedora, a Paraíba se apresenta como um ótimo destino para quem deseja fugir do agito do Carnaval. Do Litoral ao Sertão, existem opções que se encaixam ao perfil do turista.

Principal porta de entrada de visitantes no Estado, a Capital, João Pessoa, oferece uma excelente infraestrutura hoteleira, variada gastronomia e praias urbanas tranqüilas. O visitante também pode definir com um guia turístico um roteiro cultural pelo Centro Histórico ou uma visita ao Jardim Botânico ou à Bica (Parque Arruda Câmara).

O roteiro pelas praias pode ser estendido até a cidade do Conde, no Litoral Sul. Lá, estão localizadas as praias de Coqueirinho, Tambaba (naturista), Praia Bela e Carapibus. Ao final do dia, o turista pode conhecer a beleza da praia do Jacaré, no litoral Norte. Localizada às margens do rio Paraíba, é neste ambiente que ocorre o famoso pôr do sol, acompanhado pelo Bolero de Ravel, executado pelo músico Jurandir do Sax.

Na Capital – Quem viaja para João Pessoa, deve incluir no roteiro um mergulho nas piscinas naturais de Picãozinho, na praia de Tambaú. É para lá, durante a maré baixa, que saem passeios de barcos até as piscinas transparentes e repletas de peixes coloridos. As praias de Manaíra e Bessa se destacam pelas cores de suas águas, que oscilam entre azul e verde, e pelas temperaturas mornas durante o ano inteiro. As calçadas da orla pessoense são ótimas para a prática de caminhada.

Picãozinho

Picãozinho
Foto: Divulgação

Já as praias do Seixas (onde está o ponto mais oriental das Américas), Penha, Praia do Sol, Jacarapé e Barra de Gramame têm belos coqueirais e uma falésia gigantesca. São praias mais desertas e com um exuberante visual. Nenhuma delas pode ficar fora do roteiro.

Outra opção é conhecer o rico acervo arquitetônico da cidade. João Pessoa é a terceira cidade mais antiga do Brasil e guarda imponentes construções, a exemplo da Igreja São Francisco, uma das maiores expressões do barroco do século XVIII. A igreja fica no Centro Cultural São Francisco, que abriga, também, a rica Capela da Ordem Terceira e, na parte superior, dois museus, de arte popular e sacra.

Quem quiser conhecer bem a Capital, não pode deixar de visitar o Porto do Capim, à beira do Rio Sanhauá, onde nasceu João Pessoa, fundada em 1585. O Memorial do Hotel Globo, a Igreja de São Pedro Pescador e os casarios da Praça Antenor Navarro são outros atrativos. Além disso, tem o Theatro Santa Roza, uma das casas de espetáculo mais antigas do País, inaugurado em 1889. O teatro é aberto para visitação de segunda à sexta-feira, e no final de semana, quando há espetáculos.

Campina Grande – Situada a 120 km da Capital e conhecida por promover o “Maior São João do Mundo”, Campina Grande é a segunda cidade mais importante da Paraíba. No período do Carnaval, a cidade se transforma em espaço para os debates sobre questões científicas, sociais, ecológicas e teológicas.

Há 18 anos, é realizado na cidade o Encontro da Nova Consciência. Durante cinco dias são promovidos 54 eventos paralelos, envolvendo pessoas de todas as idades e segmentos. Mais detalhes sobre o encontro no site: www.novaconsciencia.com.br.

Cabaceiras
– Outra dica de destino para fugir da agitação é a cidade de Cabaceiras, localizada no Cariri paraibano. Essa pequena cidade fica a 177 km da Capital e a 50 km de Campina Grande. Cinematográfica, já serviu de cenário para filmes (como “São Jerônimo”) e para a minissérie “O Auto da Compadecida’, além de ser palco da tradicional Festa do Bode Rei.

O que se destaca no local é o Lajedo do Pai Mateus, uma formação rochosa composta por pedras gingantes que impressionam pelos mistérios de suas configurações geométricas. É uma ótima opção para curtir a tranquilidade do interior, sem deixar de lado a comodidade da vida moderna. A cidade tem excelentes pousadas e uma gastronomia diversificada.

Sertão
– A região do alto Sertão paraibano é conhecida pelo clima árido, seco, de paisagem acinzentada na maior parte do ano. Mas o turista que optar por passar um período de até cinco dias no hotel termal Brejo das Freiras vai se surpreender com o ambiente lúdico, verdejante e ameno do local. As principais surpresas são as piscinas de águas mornas (temperatura de 37ºC) e os banhos terapêuticos à disposição dos hóspedes. As águas são oriundas de duas fontes que abastecem as dependências do hotel.

O Hotel Estância Termal de Brejo das Freiras fica localizado em São João do Rio do Peixe, no alto Sertão paraibano, e é conhecido pelas águas de efeitos medicinais. A estância termal se revela uma excelente opção para quem busca tranqüilidade e lazer durante os finais de semana ou mesmo em feriados prolongados.

A gerente do hotel, Maria Gorete Andrade, revela que, durante o Carnaval, a ocupação chega a 100%. Ela explica que o balneário recebe, ao longo do ano, hóspedes de estados próximos à Paraíba, e muitas dessas pessoas desejam apenas descansar. “São pessoas de Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte em busca de lazer e tranqüilidade. Muitos também vêm conhecer os benefícios das águas magnesianas de nossas fontes”, explicou.

Fonte: Governo da Paraíba

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários


 

Veja também

Proteja as crianças da inflamação no ouvidoBalneário Camburiú recebe o primeiro Campeonato de Surf Naturista do sul do Brasil

 

editar    editar    editar    0 visitas    0 comentários