Muito além dos prazeres de um dia de sol e praia

Hospitalidade, gastronomia e as surpresas do São Francisco fazem de Alagoas um destino certo nesse verão

  
  

Quem for a Alagoas não pode perder a chance de conhecer os encantos que vão além das belas praias. Um dos principais convites são as aventuras que rodeiam o Rio São Francisco, o “Velho Chico”. Por trilhas, passeios e escaladas, elas levam visitantes de todas as idades a paisagens deslumbrantes. A cultura popular, o artesanato e os deliciosos pratos locais também são a garantia de muitas histórias pra contar na volta pra casa.

A capital Maceió é conhecida por ter uma das orlas mais bonitas do Nordeste. Impossível não relaxar e esquecer das preocupações do dia-a-dia nas praias de Pajuçara, Ponta Verde ou Ipioca. À noite, jazz, forró, MPB ou carnaval fora de época dão o tom nas praias mais badaladas. Uma delas é a do Francês, já no município de Marechal Deodoro, a 18 km de Maceió. Lá, é possível escolher um barco, banana-boat ou mesmo a prancha de surf para terminar o dia de sol em grande estilo.

Em Ipioca, prepare a máquina fotográfica e pegue carona em uma jangada pela Costa dos Corais, que conta com a segunda maior barreira de corais do mundo. De lá, a parada é a Barra de Santo Antônio, que tem na Ilha de Crôa um de seus postais mais famosos. São grandes bancos de areia que formam uma belíssima paisagem e permitem a prática do ecoturismo.

O artesanato da região é uma das principais atrações. Os povoados utilizam materiais como casca de coco, palha de coqueiro e fibra de bananeira e sempre ganham a simpatia dos turistas. Não deixe de visitar os municípios de São Miguel dos Milagres, Porto das Pedras e Japaratinga. Aqui, o charmoso cenário é diferenciado: hospitalidade e gastronomia tornam a região conhecida nacionalmente.

Em Maragogi, a palavra de ordem é mergulhar. As incríveis piscinas naturais são o reduto perfeito para essa prática, e também para os fãs de trilhas ecológicas, que encontrarão pequenas cachoeiras de água pura e cristalina dentro da Mata Atlântica. No litoral, são 22 km onde cada praia tem sua peculiaridade. A de São de Bento, Antunes e a de Dourado, por exemplo, são bastante procuradas para descanso e tranqüilidade. Já a praia de Maragogi é repleta de bares, restaurantes e pequenas lojas.

Do extremo sul de Alagoas, vem um dos capítulos mais surpreendentes da viagem. Da foz ao cânion, a região do Rio São Francisco reserva momentos imperdíveis. Escorregar pelas dunas brancas, morada de tartarugas marinhas e aves migratórias, escalar os paredões, encarar vôos panorâmicos e mergulhar nas águas do Velho Chico são um prazer incomparável. A viagem acontece em uma área de preservação ambiental e passa por municípios históricos, com diversas igrejas, museus e atrações turísticas.

Um deles é Piranhas, entre as margens do rio e a caatinga. O local foi o palco da mais famosa história de nosso sertão. Foi lá que Lampião, o rei do cangaço, viveu e terminou sua trajetória. A religiosidade está presente em todo o município, que oferece aos visitantes um grande acervo de objetos daquela época e também uma das mais belas vistas do São Francisco.

81 MOTIVOS PARA VIAJAR PELO BRASIL

Essas e outras atrações de Alagoas integram os 81 roteiros estruturados por meio do Programa de Regionalização do Turismo – Roteiros do Brasil, do Ministério do Turismo. Esses roteiros contemplam 345 municípios de 113 regiões turísticas do país.

Lançado em 2004, o programa trabalha o desenvolvimento do turismo regional em todo o país e a gestão descentralizada dos destinos. O objetivo é estruturar, diversificar e qualificar a oferta turística brasileira para inserir, de forma competitiva, o produto Brasil no mercado internacional.

E você, ainda não conhece Alagoas?

Fonte: MTur]]

  
  

Publicado por em