Programa que multa população por lixo jogado no chão chega às praias do Rio de Janeiro

O Programa 'Lixo Zero' lançado no mês passado chegou a praia de Copacabana. Ele tem como objetivo deixar a cidade mais limpa e aplica multas que chegam até R$ 3 mil

  
  
Uma bituca de cigarro descartada irregularmente dará uma multa de R$ 157, já para um objeto de cerca de 1 metro cúbico a multa será de R$ 3 mil

Não há nada mais desagradável para moradores e turistas do que uma cidade suja. Esta situação piora ainda mais quando se trata de uma cidade que é uma das maiores receptoras de turistas de um país do tamanho do Brasil. Pensando em acabar com os pequenos resíduos que são descartados irregularmente nas ruas ou praias, a Prefeitura do Rio de Janeiro decidiu agir firme e eliminar o problema pela raiz.

Ao total são 638 funcionários que fiscalizam as ruas e praias da cidade. Eles estão sempre em grupos de três pessoas, sendo um fiscal da prefeitura, um guarda municipal e um Policial Militar. As multas variam entre R$ 98 e R$ 3 mil dependendo do tamanho do objeto descartado de forma irregular. Desde o início da operação já foram mais de 700 pessoas multadas, sendo que apenas um caso foi parar na delegacia.

Por exemplo, uma bituca de cigarro descartada irregularmente dará uma multa de R$ 157, já para um objeto de cerca de 1 metro cúbico a multa será de R$ 3 mil. O alvo da fiscalização não serão apenas os brasileiros, os turistas estrangeiros também estão na lista dos que podem ser multados. A multa deles será aplicada e cobrada pelo número do passaporte.

Iniciado no final de agosto a primeira fase do programa começou pelo Centro do Rio de Janeiro e chegou na última terça-feira (3) ao bairro praiano de Copacabana. No próximo dia 10 de setembro o programa chegará aos tradicionais bairros cariocas de Ipanema, Lagoa e Leblon. Até o final do ano o Programa já estará em toda a cidade. Além das ações cotidianas, a prefeitura também prepara 'blitz surpresas' para flagrar os 'porquinhos' sem aviso.

Muitas pessoas não tem consciência de quanto custa para o bolso do cidadão aquela bituca de cigarro ou uma lata de refrigerante jogada nas ruas. Segundo dados da Prefeitura do Rio de Janeiro, só em 2012 foram 1,2 mil toneladas de lixo recolhidas das ruas cariocas. Para recolher este lixo foram gastos mais de R$ 600 milhões. Um dinheiro do contribuinte que poderia ir para a saúde, educação e segurança, mas foi jogado literalmente no lixo.

Para facilitar a vida de turistas e munícipes, a Prefeitura também lançou um site onde pode ser pesquisada a situação das multas com o número do CPF, CNPJ, Passaporte ou Protocolo.

Por Dennys Marcel

  
  

Publicado por em

Renato Augusto

Renato Augusto

05/09/2013 07:43:33
Quem "pixa" parede também será multado?

Janaina

Janaina

05/09/2013 07:34:27
E para os seres que andam escarrando pelas ruas de Copacabana. Qual é a multa?

Neto

Neto

05/09/2013 06:58:27
Parece mentira que estou lendo uma notícia dessas. Só espero que não seja "fogo de palha" como quase tudo que acontece no Brasil.

CidadãoRJ

CidadãoRJ

05/09/2013 06:21:40
E se jogar lixo numa calçada em Bangu, vale a mesma regra?

Pepa

Pepa

05/09/2013 03:12:48
Já ouvi gente dizer que é contra esse tipo de multa, pois caracteriza um Estado policialesco. De fato, seria melhor que chegássemos a uma situação de higiene urbana pela educação, mas como essa é uma grande chaga do país, infelizmente a multa acaba sendo uma tentativa de restringir a ação dos inúmeros "sugismundos" que pululam na Cidade Maravilhosa. Multa para os "porcalhões"!