Turistas continuam chegando a Angra dos Reis

Segundo a prefeitura, Angra teve um fim de semana típico da região, com sol e calor e, naturalmente, praias lotadas, o que indica que a cidade, aos poucos, volta à normalidade.

  
  

Apesar da tragédia na virada do ano, quando 53 pessoas morreram e outra continua desaparecida na Enseada do Bananal, em Ilha Grande, e no Morro da Carioca, no centro da cidade, o município de Angra dos Reis, no litoral sul fluminense, continua a receber turistas brasileiros e estrangeiros.

Segundo a prefeitura, Angra teve um fim de semana típico da região, com sol e calor e, naturalmente, praias lotadas, o que indica que a cidade, aos poucos, volta à normalidade.

Na madrugada de domingo (10), chegou a Angra mais um grupo de turistas argentinos, sendo 92 adultos e 39, crianças, que estão hospedados, em sua maioria, no resort Vila Galé, um dos mais sofisticados da região.

“Eles passaram o dia todo na estrutura de lazer dos hotéis, na praia, nas piscinas, acompanhados pelos recreadores com várias atividades de entretenimento, principalmente para as crianças. Desde essa segunda-feira (11), estão desfrutando de uma programação que inclui passeios de saveiros pela Baía de Ilha Grande e de city tour para conhecer os monumentos históricos.

No último dia 3, um grupo de mais de 100 turistas argentinos já havia chegado à cidade em um dos 14 vôos charter (fretados) que terão a cidade como destino até abril, totalizando cerca de 3 mil turistas argentinos no período.

Ainda segundo a prefeitura, nas praias do corredor da Estrada do Contorno, local que foi bastante prejudicado com as chuvas da virada do ano e que teve o acesso interrompido, o fim de semana foi normal e muita gente circulou de carro, de ônibus e de moto sem problema.

Na Vila do Abraão, o movimento também foi intenso em razão da chegada de mais um transatlântico. A prefeitura admite, porém, que “o movimento ainda está longe do que normalmente a Vila do Abraão tem nesse período, assim como outras praias em Ilha Grande, mas deixa a certeza de que a estrutura do turismo nessas localidades está funcionando normalmente.

Segundo informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), no momento apenas um ponto da Rodovia Rio-Santos (a BR-101) está em meia pista, na altura do km 477, “o que não impede o acesso a Angra ou o tráfego na Rio-Santos”.

Fonte: Agência Brasil
Esta notícia está licenciada sob Licença Creative Commons de Atribuição 2.5

  
  

Publicado por em