Notícias > Turismo > Turismo sustentável > 

Conheça os principais Roteiros brasileiros de Águas Termais

As cidades brasileiras especializadas em águas termais oferecem infraestrutura turística, hotéis e pousadas climatizadas, spas e clubes, restaurantes e comércio diversificado para os turistas interessados em desfrutar destes paraísos

26 de Março de 2012.
Publicado por Equipe EcoViagem  

As cidades especializadas em águas termais oferecem infraestrutura turística, hotéis e pousadas climatizadas, spas e clubes, restaurantes e comércio diversificado

As cidades especializadas em águas termais oferecem infraestrutura turística, hotéis e pousadas climatizadas, spas e clubes, restaurantes e comércio diversificado
Foto: Divulgação

Para matar a sede ou espantar as doenças. Limpar o que está em volta, ou usar como base para tantas bebidas. Seja qual for sua utilidade a Água é tão importante, deveria ter dado nome ao nosso planeta.

Não se sabe ao certo quando começamos a ver nas águas um poder de cura. Os primeiros relatos foram identificados na Grécia antiga, 2600 anos atrás. No Brasil, os índios sempre utilizaram as águas para os mais diversos tratamentos. E com a chegada da Família Imperial Portuguesa, foi feita uma avaliação científica das estâncias hidrominerais. Hoje existe, inclusive, o Código de Águas Minerais, que as classifica conforme suas características e uso.

Os males que mais provocam uma busca por essas águas são: problemas de intestino e de pele, reumatismo, artrite, problemas estomacais, estresse, insônia, pós-traumas e pós-cirurgias, além de hiper e hipotensão. No Brasil, temos um leque de destinos de águas termais, ideais em qualquer estação do ano, principalmente com as baixas temperaturas. São cidades que nos presenteiam com excelente infraestrutura turística, hotéis e pousadas climatizadas, spas e clubes, restaurantes e comércio diversificados.

SANTA CATARINA
Termas de Piratuba - no oeste catarinense, atrai crianças com suas sete piscinas, e adultos com seus banhos de imersão, duchas e tratamentos medicinais. A temperatura da água fica em torno dos 38ºC, seja inverno ou verão. A atração do parque é um chafariz natural, que joga água a uma altura de 30m.

Termas do Gravatal - a cidade de Gravatal é um prato cheio para os amantes da natureza, pois é repleta de atrações como mirantes naturais, grutas, cachoeiras, trilhas, sítios e propriedades rurais. A Estância de Águas Hidrominerais é classificada entre as melhores termas do mundo. A água é captada pelos hotéis, que contam com piscinas coletivas e banheiras individuais nos apartamentos.

Santo Amaro da Imperatriz - destino perfeito para quem é adepto do ecoturismo. Dotado de cachoeiras, mata atlântica, rios em abundância contornados pela Serra do Tabuleiro. Ótimo para a prática de rafting, rapel e escalada, canoagem, voo livre e parapent. Mas são suas fontes que jorram a temperatura média de 39ºC, que merecem destaque.

Termas de Itá - a 60 km de Chapecó, no oeste catarinense. Tem sua natureza desenhada por montanhas e matas nativas. Atrai quem procura bem estar e tranquilidade, assim como adrenalina. É banhada pelo lago da Usina Hidrelétrica de Itá. Passeios como à Usina Hidrelétrica, mirantes, museus e ida de barco às torres submersas da antiga Igreja São Pedro.

Águas Mornas - uma das estâncias hidrominerais mais famosas do mundo - atrás apenas de Vichy e Aux-Les Thermes, na França. Recebe anualmente milhares de visitantes de todos os pontos do Brasil, que buscam a qualidade terapêutica de suas águas. Estruturado no turismo de saúde que a cidade tem seu desenvolvimento.

Nova Prata - na Serra Gaúcha, o município de Nova Prata chega a atingir temperaturas negativas no inverno. Mesmo assim, o Parque Caldas de Prata é procurado em todas as estações, com suas piscinas ao ar livre ou cobertas, com temperaturas que chegam a 41ºC.

GOIÁS
Rio Quente - a 27km de Caldas Novas. O acesso a este lugar é paradisíaco, fácil e seguro. Por terra, boas estradas. Pelo ar, por meio das principais companhias aéreas. Tranquila e agradável, é considerada uma das melhores cidades para se viver no Estado de Goiás, e tem no turismo sua principal atividade econômica. É famosa por abrigar o único rio de águas quentes do mundo – com vazão de 150 milhões de litros/dia – cujas temperaturas variam entre 26ºC e 47ºC. No Rio Quente Resorts e suas piscinas naturais, o Hot Park é o maior parque de águas quentes do mundo, e a Praia do Cerrado a maior praia artificial do mundo com água termal.

Caldas Novas - Considerada uma maiores estâncias hidrominerais do mundo, recebe mais de 1,5 milhões de pessoas por ano, grande parte interessada nas fontes de águas que podem chegar a 58ºC.

RIO GRANDE DO SUL
Marcelino Ramos - no norte do Rio Grande do Sul, tem sua maior atração turística localizada às margens do Lago do Uruguai, o parque de águas termais. A cidade é rodeada por uma das mais belas paisagens da região, composta por mata nativa, rios, vales, montanhas e um extenso lago navegável propício para a prática de esportes náuticos.

Nova Prata - a natureza é extremamente generosa com o local. Possui um complexo hidrotermal, que dispõe de conforto, passeios pela mata, piscinas de água termal e o melhor: mantêm a preservação.

SÃO PAULO
Olímpia - um dos pólos turísticos mais importantes do Estado de São Paulo, tem sua economia baseada na agroindústria e no comércio. O parque Thermas dos Laranjais conta com mais de 20 piscinas térmicas, cercadas por areias brancas e coqueiros, com temperaturas que chegam a 38ºC no inverno. A variedade de atrativos encanta turistas de todo o mundo: são piscinas com ondas, rio com correnteza, tirolesa, piscinas para surfistas.

Águas de Lindóia – a 180km de São Paulo, é considerada outra capital termal do Brasil. Suas águas saem do solo a 28ºC. Possui cerca de 18 mil habitantes e dedica-se ao turismo e ao engarrafamento da água mineral. Admirada por se modernizar preservando a tranquilidade de suas ruas, e por ter atendimento cordial em seus dois mil estabelecimentos comerciais. No Balneário Municipal, o turista conta com serviços terapêuticos, duchas escocesas, hidromassagem, e também piscinas com agua mineral e toboáguas, fora as fontes com águas minerais ao longo do balneário e da Avenida das Nações.

PARANÁ
Iretama – a palavra ‘Iretama’ tem origem tupi e significa ‘lugar das águas’. Nele, o resort Termas de Jurema, com cinco piscinas ao ar livre, duas piscinas cobertas, ofurô, chuveiros e torneiras abastecidos por águas termais. A água vem de uma fonte do próprio hotel, a 42ºC.

RIO GRANDE DO NORTE
Mossoró – único ponto do Nordeste que tem o privilégio de desfrutar de águas quentes. O Parque aquático da cidade – Planeta Água, no Thermas Hotel e Resort – conta com 12 piscinas de águas termais, interligadas e bombeadas a partir de uma central. As águas atingem uma temperatura de até 58°C, e são distribuídas para as piscinas, perdendo o calor gradativamente. As águas subterrâneas da cidade de Mossoró são verdadeiros presentes da natureza, comprovadamente terapêuticas.

MINAS GERAIS
Araxá – a 380km de Belo Horizonte. Localizado em uma bela área verde ao lado de um lago se encontra o Tauá Grande Hotel e o Termas de Araxá. Possui um imponente complexo termal, aberto também a não-hóspedes, com banheiras individuais e piscina de águas termais. Além de dezenas de tratamentos com águas termais, também são oferecidos tratamentos com lama terapêutica.

Fonte: MTur

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários

Fabio

 postado: 30/3/2012 10:37:29editar

Esqueceram da Bahia ou não conhecem Caldas do Jorro e Caldas de Cipó?

 

Lilian Torres

 postado: 31/3/2013 08:57:26editar

No Nordeste existe também águas termais na cidade Caldas do Jorro, na Bahia.

 

 

Veja também

Abrolhos celebra 29 anos de celebraçãoA pesca como ação turística

 

editar    editar    editar    0 visitas    1 comentários