Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

Notícias > Turismo > Turismo sustentável > 

Cobrança de ingresso vai tornar turismo na usina de Itaipu auto-sustentável

Começa nesta sexta-feira, dia 1º de junho, a cobrança de ingresso para as visitas à Itaipu. A cobrança visa tornar o turismo na usina auto-sustentável a médio prazo. O dinheiro arrecadado com a venda de ingre

30 de Maio de 2007.
Publicado por Vininha F. Carvalho  

Começa nesta sexta-feira, dia 1º de junho, a cobrança de ingresso para as visitas à Itaipu. A cobrança visa tornar o turismo na usina auto-sustentável a médio prazo. O dinheiro arrecadado com a venda de ingressos será aplicado na melhoria de todo o Complexo Turístico de Itaipu, em programas sociais e na divulgação do turismo de Foz do Iguaçu.

Até o final do ano, o valor do ingresso para a visita panorâmica terá um desconto especial. O ingresso custará R$ 7 para moradores de Foz do Iguaçu e da região lindeira e R$ 13 para os demais turistas. Já no primeiro sábado de cada mês e no dia do aniversário da Itaipu, a visita será gratuita para moradores de Foz do Iguaçu e dos municípios lindeiros.

A cobrança do ingresso será feita pela Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI), que passa a ser gestora operacional do turismo na usina. O novo modelo de gestão de turismo da empresa prevê a geração de cerca de 100 empregos diretos nas empresas que vão operar dentro da usina. Indiretamente, serão 300 empregos.

A transferência para a Fundação PTI visa dar um caráter social à atividade, já que a entidade não tem fins lucrativos. Desde setembro de 2005, a Itaipu já cobra ingresso dos visitantes que fazem o Circuito Turístico Especial, um roteiro diferenciado, que inclui uma incursão pelo interior da usina. Outro atrativo que é cobrado é a Iluminação na Barragem de Itaipu. Nos próximos meses, as visitas ao Ecomuseu e ao Refúgio Biológico Bela Vista também serão cobradas.

Melhorias:

Maior usina em operação do mundo e segunda maior atração turística de Foz do Iguaçu, depois das Cataratas do Iguaçu, Itaipu contribui para que a cidade seja conhecida no mundo inteiro como um dos mais importantes destinos turísticos do Brasil. No ano passado, mais de 700 mil pessoas visitaram a usina.

O dinheiro arrecadado com a cobrança de ingresso será revertido para a melhoria do Complexo Turístico, na parte visual, e também em toda infra-estrutura de atendimentos e serviços do local. O espetáculo da Iluminação da Barragem, por exemplo, será ampliado com sons e cores.

A visita turística ganhará ainda um atrativo a mais, com a implantação da visita ao Parque da Piracema. O sistema de transporte também será totalmente reformulado, com ônibus preparados para permitir ao turista uma vista mais ampla de toda a usina.

Parte da arrecadação, a sobra dos recursos, será aplicada em cursos técnicos de capacitação de todo o “trade” turístico de Foz do Iguaçu, dos guias de turismo aos taxistas; em programas sociais realizados em parceria pela Itaipu, como o Trilha Jovem e o Ñandeva; bem como em programas de promoção do turismo de toda a região de fronteira, como feiras e outros eventos.

Ampliação da visita paga:

A ampliação da visita paga faz parte das diretrizes do Plano Estratégico de Itaipu para o desenvolvimento do turismo na empresa. O estudo foi iniciado em 2005 e concluído no ano passado.

O novo modelo operacional de turismo de Itaipu foi apresentado ainda no começo do ano para o Conselho Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu (Comtur), que aprovou a iniciativa da empresa. Esta semana, guias, operadoras e profissionais de diversas áreas do turismo participaram, no Parque Tecnológico Itaipu (PTI), de palestras de esclarecimento sobre como vai funcionar a cobrança e no que os recursos arrecadados serão investidos. O evento reuniu cerca de 300 profissionais.

Como visitar Itaipu:

Se você ainda não conhece Itaipu ou quer repetir o passeio, veja como é fácil visitar a maior usina hidrelétrica em operação do mundo. Há várias opções de visita e todas elas têm início no Centro de Recepção de Visitantes da Itaipu, localizado na Avenida Tancredo Neves, 6.702. É permitido filmar e fotografar em qualquer tipo de visita.

Informações sobre os valores das visitas e reservas podem ser feitas através do site: www.complexoitaipu.tur.br, por e-mail: reservas@complexoitaipu.tur.br, ou pelo toll-free: 0800.645.4645

Tipos de Visitas:

Visita Panorâmica

Mais curta, permite conhecer a parte externa da usina, com uma parada no Mirante Central. Nesta modalidade, o turista assiste a um documentário sobre a usina e passa pelo mirante central, vertedouro e barragem, sem entrar na usina. A duração da visita, incluindo o filme, é de aproximadamente uma hora e meia.

Dias e horários: de segunda-feira a sábado, às 8h, 9h, 10h, 14h, 15h e 15h30.

Circuito Especial:

Atendimento diferenciado, com monitores bilíngües, utilização de sala especial para assistir ao filme sobre Itaipu, ônibus especial, além de água a bordo e roteiro para acompanhamento.

O visitante poderá encontrar informações sobre o Circuito Especial no quiosque localizado junto à entrada do Centro de Recepção de Visitantes (CRV), próximo à Usina.

Dias e Horários: De segunda a sábado, às 8h - 8h30 - 9h30 - 10h - 14h - 14h30 - 15h30 - 16h

Ingressos: R$ 16 - brasileiros residentes nos municípios do entorno do

Parque Nacional do Iguaçu, municípios lindeiros ao Lago de Itaipu e pessoas a partir de 60 anos. R$ 30 - demais visitantes.

Observações: Não é permitido o uso de chinelos, sandálias e shorts durante a visita. Idade mínima: 14 anos.

Visita Institucional Técnico-Científica

Restrita a autoridades, visitas oficiais de empresas, instituições, universidades, faculdades, escolas técnicas (cursos de arquitetura, engenharias civil, elétrica, eletrônica e mecânica; eletrotécnica, eletroeletrônica e mecatrônica). Abrange áreas externa e interna da Usina.
É feita de segunda a sexta-feira. Deve ser agendada com antecedência e sua confirmação está sujeita à agenda de Itaipu.

Observação: Não é permitido o uso de chinelos, sandálias e shorts durante a visita.
Informações: E-mail: rp@itaipu.gov.br
Fax: (45) 3520-6622
Telefones: (45) 3520-6988 e 3520-6985.

Iluminação da Barragem:

A iluminação é apresentada às sextas e sábados, às 20h (21h no horário de verão). Os ingressos custam R$ 6 para turistas e R$ 3 para moradores da região (apresentar comprovante de residência).

Ecomuseu:

No Ecomuseu, o visitante encontra a trajetória da usina e da região do reservatório contada através de cenários fiéis ao passado. O circuito mostra desde a ocupação do Oeste paranaense até os projetos de conservação ambiental conduzidos pela empresa.

Dias e horários: domingo, das 14h às 17h30, e de terça-feira a sábado, das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h30.

Refúgio Biológico Bela Vista:

O Refúgio Biológico Bela Vista é uma unidade de proteção criada para receber milhares de plantas e animais desalojados pelo reservatório da usina.
No Refúgio Biológico, os visitantes percorrem uma trilha ecológica, passando por recintos que abrigam animais silvestres.
Dias e horários: segundas e de quartas a sábados das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h30.

Fonte: Imprensa Itaipu Binacional

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários

patricia

 postado: 9/9/2008 11:51:30editar

eu sou aqui de pato branco e gostaria de visitar a usina no sabado a tarde que horario posso ir e ate que horario posso ficar e quanto ao valor do ingresso custara quanto ??? obrigado

 

 

Veja também

Turismo sustentável com inclusão social será debatido no PantanalTurismo de negócios é opção para a baixa temporada no litoral paulista

 

editar    editar    editar    1.416 visitas    1 comentários