Conheça os sete melhores estados brasileiros para se mergulhar

Com mais de 9 mil quilômetros de litoral, o nosso País é considerado um paraíso para mergulhadores, seja no mar de água salgada ou doce. Não importa a região, sempre há pontos onde é possível apreciar as belezas marinhas e os grandes naufrágios

  
  
Cursos básicos, técnicos ou profissionais, e ter conhecimento das técnicas que são utilizadas para a prática são recomendados antes do primeiro mergulho

Com mais de 9 mil quilômetros de litoral, o nosso País é considerado um paraíso para mergulhadores, seja na água salgada ou em água doce. Não importa a região, sempre há pontos onde é possível apreciar as belezas marinhas e os grandes naufrágios.

Para a a turismóloga Marília Capanelli, mergulhar é descobrir e conhecer um mundo totalmente diferente do que vivemos.
"Crianças, jovens, idosos e portadores de necessidades especiais podem e devem se aventurar e descobrir esse universo único, contagiante", incentiva.

A especialista em turismo destacou que, antes de qualquer prática de mergulho, é preciso buscar todas as informações necessárias para a segurança do próprio mergulhador.

"Atentar para os equipamentos necessários, conhecer o local e região onde se pretende fazer o mergulho é essencial tanto em naufrágios quanto em cavernas", diz.

Cursos básicos, técnicos ou profissionais, e ter conhecimento das técnicas que são utilizadas para a prática são recomendados.

"É preciso sempre ser orientado e acompanhado por um instrutor profissional e em operadoras de turismo confiáveis", observa.

Confira os setes melhores lugares para se mergulhar no Brasil

O Arquipélago Arvoredo é protegido pelo Ibama e qualquer atividade de visitação precisa de autorização

Santa Catarina
No litoral catarinense o destaque é o ponto de mergulho do Arquipélago Arvoredo, considerados um dos grandes patrimônios naturais e arqueológicos do litoral brasileiro. O arquipélago é protegido pelo Ibama e qualquer atividade de visitação precisa de autorização.
Pontos de mergulho: Calhau São Pedro, Garganta do Diabo, Pedra da Baleia, Pedras Negras Ponta Sul e Portinho.

Arquipélago de Alcatrazes, em São Paulo

São Paulo
São Paulo oferece pontos de mergulho para mergulhadores básicos e técnicos. É um dos estados com um grande número de acidentes de navios cargueiros, uma excelente opção para o mergulho técnico.
Pontos de mergulho: Arquipélago de Alcatrazes, Ilha Anchieta, Ilhabela e Laje de Santos são os principais pontos com grande variação da fauna marinha.

O Rio realmente é um dos melhores lugares para a prática de mergulho

Rio de Janeiro
O Rio realmente é um dos melhores lugares para a prática de mergulho. Apesar das temperaturas mais baixas do mar, a transparência da água e a riquíssima fauna marinha reservam lindas surpresas aos mergulhadores. O período que as águas estão mais transparentes é de março a outubro, quando chove pouco e o mar fica mais tranquilo.
Pontos de mergulho: Praia de Arraial do Cabo, Ilha de Cabo Frio, Gruta Azul, Praia Vermelha, Ilha dos Franceses, Lajes do Foguete e do Peró, Búzios e Paraty.

Em Salvador há corais de origem vulcânica e que formam cadeias de montanhas submersas

Bahia
Em Salvador há vários pontos de mergulho maravilhosos: Banco da Panela, Beirada do Badejo, Ilha dos Frades, Caramuanas, Paredes e Mar Azul, mas a grande atração para mergulhadores é Abrolhos. Lá há corais de origem vulcânica e que formam cadeias de montanhas submersas. A melhor época para o mergulho vai de Dezembro a Fevereiro. O local é um Parque Nacional, protegido por Decreto Federal.

Fernando de Noronha é um dos melhores pontos de mergulho do mundo

Pernambuco
Recife é capital brasileira dos naufrágios. E o arquipélogo de Fernando de Noronha é um dos melhores pontos de mergulho do mundo. É uma área de preservação ambiental, com águas claras, de boa visibilidade a até 50 metros de profundidade.

São mais de 230 espécies de peixes em profundidades que variam de 1 a 70 metros. Para mergulhadores avançados é possível apreciar a Corveta Ipiranga - um navio naufragado a 64 metros de profundidade, considerado um dos mais belos e intactos do mundo.
Pontos de mergulho: Caverna da Sapata, Laje Dois Irmãos, Pedras Secas, Buraco do Inferno, Buraco das Cabras e Cabeço Submarino, entre outros.

Rio Grande do Norte
Já o Rio Grande do Norte possui uma fauna diversificada e pontos para mergulhadores iniciantes e avançados. Em Parrachos de Maracajaú, há um banco de corais que fica a 7 km de distância da costa, em Natal.
Pontos de mergulho: Batente das Agulhas, Cabeço do Félix, Cabeço dos Galos, Serigado de Fora e Tartaruguinha.

Alagoas
Em Alagoas existem espaços ideais para mergulhos livres e mais tranquilos, com uma visibilidade excelente, entre 7 a 30 metros. Devido às lagoas da região, as águas do litoral alagoano sofrem grandes alterações de visibilidade e deve-se tomar cuidado com as marés.

Pontos de mergulho em Maceió: Cabeços, Eufrásio, Maragogí, Paripueira, Praia do Francês e Recanto.

Fonte: Mergulho Scuba

  
  

Publicado por em