Cruzeiro de expedição foca em turismo sustentável na Patagônia

O objetivo da companhia Cruceros Australis é causar mínimo impacto nas suas atividades turísticas

  
  
Turismo sustentável na Patagônia

A Patagônia é uma das poucas regiões do planeta não impactadas pelo progresso das atividades humanas. A preservação da rica e virgem natureza faz deste lugar um dos mais belos do mundo. Seus glaciares milenares e a diversidade da fauna, como o Elefante Marinho e o Pinguim de Magalhães, fazem desse santuário natural uma viagem imperdível e um local de preservação obrigatória.

A Cruceros Australis, que realiza cruzeiros de expedição pela Patagônia, conduz suas operações de maneira a minimizar qualquer ação que possa prejudicar o meio ambiente. A política da companhia é de proteção ambiental responsável, impedindo a contaminação de qualquer espécie nas viagens e provocando o mínimo impacto nos lugares em que realiza excursões. As principais preocupações são de não afetar o ecossistema da flora endêmica da região, nem alterar nenhum processo na reprodução da fauna local.

A preocupação com os efeitos que as atividades turísticas podem causar à conservação de áreas naturais e culturais é permanente, já que se trata de uma área natural primitiva e quase intocada pelo homem. Entre outras precauções, evita-se o turismo massivo; as excursões são guiadas por expedicionários que foram previamente capacitados para fornecer informação real e com fundamento científico; a equipe de expedição é capacitada constantemente em todas as áreas necessárias, já que a educação é a melhor ferramenta para proteger e conservar o meio ambiente.

Mais informações podem ser obtidas no site www.australis.com ou com os principais operadores de turismo brasileiros.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em