EcoNoronha conclui obras do PIC na praia do Sueste

A paisagem é diferente das outras praias por ter o mar sempre calmo, rica fauna marinha e águas perfeitas para um realizar o mergulho livre.

  
  

A EcoNoronha, concessionária que administra a visitação turística no Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha (PARNAMAR – FN), conclui, no próximo dia 22 de dezembro, as obras de mais um Posto de Informação e Controle (PIC).

Nesta fase do projeto de melhorias na infraestrutura do arquipélago, a região contemplada é a Baía do Sueste.

Lá, o visitante vai encontrar um espaço de 150 m², com recepção de visitantes, estacionamento, loja de conveniência, lanchonete, serviço de locação de equipamentos de mergulho, cadeira, guarda-sol e bicicletas, sanitários (inclusive os adaptados para pessoas com deficiência) e guarda-volumes. Tudo isso ladeado por um grande deck com vista para a praia do Sueste.

As estruturas de apoio ao visitante, a exemplo dos outros espaços já concluídos, foram projetadas para reduzir ao máximo os impactos ambiental e visual.

“A essência do projeto de melhorias da infraestrutura é fazer com que o visitante encontre facilidades e suporte para aproveitar ao máximo sua experiência em Fernando de Noronha.

Por isso, aperfeiçoamos alguns sistemas de funcionamento de algumas dependências, como sanitários, e aproveitamento da água da chuva.

Também buscamos alternativas sustentáveis em todos os processos da obra. Hoje, a construção dos PICs não gera resíduos sólidos, por exemplo”, explica Pablo Mórbis, gerente da EcoNoronha.

A segunda fase do projeto das obras do PARNAMAR/ FN, orientada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), tem início em março de 2013, com previsão de término em seis meses. Ela compreende o PIC do Leão, o Centro de Visitantes e a Trilha do Sancho – Baía dos Porcos.

Sobre a Praia e Baía do Sueste:

Localizada no mar de fora a Praia e Baía do Sueste é um lugar especial em Fernando de Noronha, uma paisagem diferente das outras por ter o mar sempre calmo, rica fauna marinha e águas perfeitas para um realizar o mergulho livre.

Essa calma toda do mar se deve as ilhas que ficam em sua baía, são elas a Ilha Cabeluda, Ilha do Chapéu do Sueste, Ilha dos Ovos e a Ilha Trinta-Réis.

O Sueste consiste um ecossistema muito frágil e de grande importância por ser um dos principais locais de alimentação das tartarugas marinhas.

Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Juliana Hasse

  
  

Publicado por em