Frequentadores do Parque Ecológico do Tietê não devem alimentar os animais

Oferecer alimentos inapropriados pode causar problemas de saúde aos bichos, que recebem comida especial de acordo com a espécie.

  
  
Oferecer alimentos inapropriados pode causar problemas de saúde aos bichos, que recebem comida especial de acordo com a espécie

O Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) pede que os frequentadores do Parque Ecológico do Tietê não alimentem os animais que eventualmente encontrarem durante seus passeios. Oferecer alimentos inapropriados pode causar problemas de saúde aos bichos, que recebem comida especial de acordo com a espécie.

Os bichos que vivem soltos no parque são monitorados pelo Cras (Centro de Recuperação de Animais Selvagens). O centro atende animais retirados das mãos de traficantes ou que viviam em cativeiros clandestinos. Após o tratamento, os bichos são encaminhados para áreas monitoradas pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Fonte: Governo de São Paulo

  
  

Publicado por em