Ibama libera Pólo Turístico do Cabo Branco na Paraíba

A área do projeto estava embargada por não observar as recomendações de preservação ambiental para uma obra de tal porte.

  
  

O Ibama suspendeu o embargo ao Pólo Turístico do Cabo Branco na Paraíba. De acordo com Ronilson José da Paz, superintendente substituto do Ibama-PB, a Empresa Paraibana de Turismo S.A. cumpriu todas as ações referentes ao Projeto de Recuperação dos fluxos dos rios Jacarapé e Aratu e encaminhou o Relatório de Detalhamento das Atividades de Recuperação Ambiental (PRAD), referentes ao Pólo Turístico do Cabo Branco.

A área do projeto estava embargada por não observar as recomendações de preservação ambiental para uma obra de tal porte. O grande projeto iniciado ainda na década de 1980, pelo Governo do Estado da Paraíba e denominado Implantação do Pólo Turístico do Cabo Branco, se localiza ao longo da orla marítima de João Pessoa (PB) e sobre o planalto do Cabo Branco, onde fica a Ponta do Seixas, o ponto mais oriental das Américas. Tinha por objetivo implantar toda a infraestrutura para instalação de hotéis, resorts, marinas e muitos outros empreendimentos voltados para o turismo na região, e tinha sido embargado em 1988 pela Superintendência do Ibama na Paraíba.

A administração do Ibama na Paraíba comunicou, através do ofício nº00649/09 de 26 de agosto de 2009, à Sudema – Superintendência Estadual de Administração do Meio Ambiente a decisão de suspender o embargo.

Fonte: Ibama

  
  

Publicado por em