Instituto de Hospitalidade lança série sobre turismo sustentável

Esta é a primeira publicação brasileira sobre gestão da sustentabilidade voltada para pequenos hotéis e pousadas, que representam cerca de 90% dos meios de hospedagem no país. A partir de agora os proprietários de pequenos hotéis e pousadas brasileiras

  
  

Esta é a primeira publicação brasileira sobre gestão da sustentabilidade voltada para pequenos hotéis e pousadas, que representam cerca de 90% dos meios de hospedagem no país.

A partir de agora os proprietários de pequenos hotéis e pousadas brasileiras possuem parâmetros objetivos e verificáveis relativos à sustentabilidade dos seus empreendimentos, ou seja, ao uso de recursos de maneira ambientalmente responsável, socialmente justa e economicamente viável.

A série "Gestão do Turismo Sustentável " Meios de Hospedagem", lançada pelo Instituto de Hospitalidade (IH), contempla seis livretos que abordam, de forma simples e objetiva, os aspectos ambientais, socioculturais e econômicos relacionados ao turismo sustentável.

"É a primeira publicação desse tipo no Brasil e é útil tanto para empresários que estão implementando um sistema de gestão da sustentabilidade como para aqueles que começam a despertar para essas questões", afirma Rômulo dos Santos, coordenador da implementação do Programa de Certificação em Turismo Sustentável (PCTS), uma parceria do IH com a APEX-Brasil, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Ministério do Turismo e o Sebrae.

A série também vai auxiliar os empreendedores que planejam o lançamento de um pequeno hotel ou pousada e a qualificação de consultores que atuam nesse setor.

A publicação traz a "Norma NIH-54: 2004 " Meios de Hospedagem - requisitos para a sustentabilidade", desenvolvida pelo PCTS com ampla participação de toda a sociedade, e um guia que auxilia a interpretação dessa norma.

São apresentados ainda manuais de boas práticas, com casos e exemplos concretos relacionados à implementação do sistema de gestão e aos aspectos ambientais, socioculturais e econômicos do turismo sustentável.

Dentre os aspectos ambientais vale destacar a proposta para a preparação e atendimento a emergências ambientais potenciais ou acidentes, impacto dos resíduos sólidos, uso da energia solar, hidráulica ou eólica, uso de lenha ou carvão vegetal oriundos de floresta com manejo sustentável, receitas com produtos naturais para controle biológico de pragas, dicas de conservação e gestão do uso de água.

Do ponto de vista sociocultural é citada a importância de promover a interação das comunidades locais com o empreendimento, que contribui com o desenvolvimento econômico local, preservação e respeito à cultura local. Já no aspecto econômico, geralmente mais visível para o empreendedor, é abordada a importância de elaborar um plano de negócios, ferramenta utilizada para possibilitar a captação de novos investidores e melhorar as chances de sucesso do empreendimento.

"Esperamos incorporar novos exemplos de boas práticas relacionadas ao turismo sustentável nas próximas edições da série", destaca Rômulo dos Santos.

O lançamento da publicação faz parte do projeto "Edição e Disseminação de Guias e Manuais de Boas Práticas Sustentáveis para apoio às Micro e Pequenas Empresas de Meio de Hospedagem", que conta com a parceria do Sebrae Nacional.

A distribuição dos primeiros 6 mil exemplares será realizada para as micro e pequenas empresas do setor já cadastradas no site do PCTS, consultores, auditores, parceiros e entidades do setor.

Fonte: CDN " Companhia de Notícias

_____
Mais Informações: PCTS

  
  

Publicado por em

Beatriz Helena da Silva Cardoso Souza

Beatriz Helena da Silva Cardoso Souza

15/09/2008 23:37:35
As dicas que vc deu é muito interressante mas só para os empresários como seria a idéia para os funcionários tirarem experiência na área em que trabalha neste ramo de hotelaria. Eu sou cozineira e trabalho embarcada gostaria de me enterrar mas sobre o assunto me informa por favor; obrigada desde já Bia.