Ministério anuncia plano para turismo sustentável em Pernambuco

O Ministério do Meio Ambiente anuncia hoje, no Recife, o Plano de ações Estratégicas e Integradas para o Desenvolvimento do Turismo Sustentável na Bacia do Rio São Francisco. A íntegra do documento ser&aacu

  
  

O Ministério do Meio Ambiente anuncia hoje, no Recife, o Plano de ações Estratégicas e Integradas para o Desenvolvimento do Turismo Sustentável na Bacia do Rio São Francisco. A íntegra do documento será apresentada na reunião do Fórum de Articulação Estadual do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, que acontece esta manhã na sala Aloísio Magalhães da Fundação Joaquim Nabuco.

O levantamento identificou o potencial turístico em 223 dos 504 municípios da região. Entre as 59 cidades pernambucanos, 38 têm esse perfil. Até 2008, serão investidos R$ 13 milhões em ações de curto prazo para intensificar essas atividades em toda a bacia, que abrange 639 mil quilômetros quadrados do território nacional, dos quais 10,9% estão em Pernambuco. O montante se destina, principalmente, às 76 unidades de conservação da região e ao entorno delas, incluindo a capacitação de atores sociais e empresariais, preparação de roteiros ecoturísticos e construção de centros de visitantes. Em Pernambuco, estão previstas as conclusões da duplicação da ponte Petrolina/Juazeiro e da estrada da Tapera, que liga Petrolina (PE) a Sobradinho (BA).

Durante a reunião desta terça-feira, o coordenador do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Maurício Laxe, apresentará números de investimentos em Pernambuco em 2006. Dos R$ 115 milhões aplicados em toda a bacia, R$ 22,6 milhões foram destinados ao estado.

A maior parte desse montante – R$ 18,6 milhões – foi alocada em projetos de implantação do sistema de esgotamento sanitário dos municípios de Ouricuri, São José do Egito, Floresta, Dormentes, Afrânio e Petrolina, todos da calha do rio.

De 2007 até 2010, o Ministério da Integração, que também participa das ações de revitalização, investirá R$ 871 milhões em toda a bacia, dos quais R$ 113 milhões em Pernambuco. Serão beneficiados os seguintes municípios: Afogados de Ingazeira, Araripina, Belém de São Francisco, Bodocó, Buique, Calumbi, Cedro, Exu, Floresta, Granito, Ibimirim, Iguaraci, Ipubi, Itacuruba, Miradiba, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Petrolândia, são José do Egito, Sertânia, Santa Maria da Boa Vista, Santa Terezinha, Tabira e Trindade. Há ainda outros R$ 400 milhões a serem investidos em toda a bacia, o que perfaz R$ 1,260 bilhão dentro dos recursos do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC).

Da Redação do PERNAMBUCO.COM

  
  

Publicado por em