Santos passa a contar com sistema de bicicleta pública

Os turistas que visitam Santos não precisam mais lotar o rack bagageiro do automóvel com bikes. Já começaram a ser instaladas as estruturas para o sistema de utilização gratuita de bicicletas públicas, em cinco pontos da orla da praia

  
  
Já começaram a ser instaladas as estruturas para o sistema de utilização gratuita de bicicletas públicas, em cinco pontos da orla marítima

Os turistas que visitam Santos não precisam mais lotar o rack bagageiro do automóvel com bikes. Já começaram a ser instaladas as estruturas para o sistema de utilização gratuita de bicicletas públicas, em cinco pontos da orla marítima: emissário submarino, perto do Canal 1 / Canal 2 / Canal 3, perto da Concha Acústica / Aquário / Ferry-boat para o Guarujá.

O projeto consiste em compartilhar o uso do veículo de forma gratuita, desde que a pessoa esteja previamente cadastrada através de um site, a ser fornecido com antecedência. A operação do sistema será diária: das 6h às 22h, para retirada da bicicleta, e até as 24h, para devolução. A utilização será permitida pelo tempo máximo contínuo de 30 minutos, e sua devolução poderá ser feita em qualquer uma das estações. Passados 15 minutos, o usuário poderá novamente retirar outra bike, seguindo as mesmas normas.

Haverá um número de veículos e estações maior que o inicialmente projetado, porque os locais não se limitarão à orla e aos centros comerciais do Gonzaga e Aparecida. Ao invés de 100 bicicletas, agora serão 300; e as dez estações para retirada ou devolução foram aumentadas para 30. A ampliação representa grande benefício para o cidadão e turista, que poderá aproveitar o sistema para deslocamento em outros bairros.

Até o próximo dia 25 estarão à disposição 150 veículos, pois já se encontrarão instaladas mais 10 estações, além das citadas. Os outros locais contemplados são:
Orla, altura do Canal 4 (Praça Santo Antônio do Embaré) / Rua Francisco Hayden (próximo ao Clube Internacional de Regatas) / Av. Pinheiro Machado com rua Moura Ribeiro / Av. Francisco Glicério, altura do Canal 2 / Av. Ana Costa com av. Francisco Glicério (Estação da Cidadania) / Sesc - Rua Vergueiro Steidel / Rua Lobo Viana (em frente à Universidade Santa Cecília) / Praça Rebouças / Rua Othon Feliciano / mais uma estação no Ferry boat.
Outras 15 estações serão disponibilizadas daqui a dois meses.

Malha cicloviária
Hoje, Santos conta com 30,4 km de pistas exclusivas para ciclistas, que interligam as zonas leste e noroeste, chegando em breve a 35 quilômetros. No momento, está em obras a ciclovia da av. Nossa Senhora de Fátima, que fará a conexão entre a av. Martins Fontes e a divisa central com São Vicente. A pista do novo trajeto da orla marítima, entre a divisa com São Vicente e o emissário submarino, está bem adiantada, enquanto a da rua João Pessoa, no Centro Histórico, encontra-se em licitação.

Cidades modelo
Algumas cidades, como Paris, Barcelona e Toronto, possuem há algum tempo sistemas de bicicletas públicas. No Brasil, Rio de Janeiro, Sorocaba, São Paulo e Porto Alegre implantaram com êxito sistemas semelhantes. A empresa Serttel Ltda, que gerencia os projetos nestes municípios, é a mesma que administrará o de Santos, já que foi vencedora do chamamento público realizado pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

Fonte: Prefeitura de Santos

  
  

Publicado por em