Sebrae e parceiros lançam livro sobre Benchmarking em Turismo

Daniela Bitencourt, do Instituto Marca Brasil, diz que livro é um estudo de casos baseado nos projetos Excelência em Turismo e Vivências Brasil Beth Matias São Paulo - O estudo 'Benchmarking em Turismo – Aprende

  
  

Daniela Bitencourt, do Instituto Marca Brasil, diz que livro é um estudo de casos baseado nos projetos Excelência em Turismo e Vivências Brasil

Beth Matias

São Paulo - O estudo 'Benchmarking em Turismo – Aprendendo com as Melhores Experiências', uma iniciativa do Sebrae, Braztoa, Embratur e Ministério do Turismo, foi lançado na noite desta quinta-feira (29) em um coquetel para cerca de 150 convidados, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. O lançamento faz parte do 27º Encontro Comercial Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), cujo tema este ano é Turismo Sustentável.

Baseado em dois projetos pelas entidades – Excelência em Turismo e Vivências Brasil, o livro, segundo a diretora-superintendente do Instituto Marca Brasil, Daniela Bitencourt, tem por objetivo deixar registrados os principais aspectos de benchmarking do conhecimento. “Nele você tem uma espécie de passo-a-passo de como deve ser um processo de benchmarking, contado por todos os atores participantes”.

Com 124 páginas e dividido em 11 capítulos, o livro está escrito em uma linguagem de fácil compreensão. A tiragem é de mil exemplares que serão distribuídos prioritariamente aos gestores de turismo de todas as entidades envolvidas, além dos participantes dos dois projetos.

“No estudo, contemplamos o ponto de vista do mercado, que são os operadores, o aprendizado das micro e pequenas empresas, que é o público do Sebrae, a questão mercadológica, que é responsabilidade do Instituto Marca Brasil, entre os outros aspectos”, diz Daniela.

No capítulo 'Arrumando as Malas', é relatado o processo de seleção dos empresários em todo o País e a logística para a realização das viagens. Já 'No Diário de Bordo', os viajantes relatam experiências marcantes no Brasil e no mundo. No capítulo 'Check-out: um novo ponto de partida', o leitor saberá o que a equipe técnica aprendeu e reformulou a cada experiência.

Desde 2002, o Sebrae e o Ministério do Turismo possuem várias ações conjuntas em prol da cadeia produtiva do turismo, com destaque para os projetos de benchmarking, considerados pioneiros no País. Benchmarking são ações de promoção e elevação da qualidade de uma cadeia produtiva, baseadas no aprendizado, comparação e disseminação das melhores práticas existentes no mercado nacional ou internacional junto aos empresários envolvidos.

Os dois projetos pioneiros são o 'Excelência em Turismo – Aprendendo com as Melhores Práticas Internacionais' e o 'Vivências Brasil – Aprendendo com o Turismo Nacional'. A Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) é parceira dos dois projetos e o Instituto Marca Brasil é o quarto parceiro do Vivências Brasil. Participaram dos projetos 170 empresários, segundo Daniela.

O Excelência em Turismo realizou dez viagens internacionais técnicas - seis em 2005 e quatro em 2006. Grupos compostos por empreendedores e empresários de praticamente todas as unidades da Federação, relacionados aos setores de alimentação, hospedagem e operadoras de turismo, conheceram in loco destinos turísticos considerados em nível de excelência mundial.

Em 2005, na primeira edição desse projeto, foram visitados seis países, onde os grupos de empresários conheceram segmentos turísticos de destaque: Costa Rica (ecoturismo); Peru (ecoturismo e turismo cultural); México (mergulho); Nova Zelândia (aventura); Espanha (histórico e cultural) e Argentina (pesca esportiva).

Em 2006, as viagens foram para quatro destinos: África do Sul (ecoturismo e aventura); Caribe (sol e praia); Estados Unidos (eventos e entretenimento) e Espanha (eventos culturais e esportivos).

Devido ao sucesso do Excelência em Turismo 2005 e da constatação de que no Brasil existem destinos turísticos também excelentes, Ministério do Turismo, Sebrae e Braztoa decidiram promover, em 2006, o Vivências Brasil. Adotando metodologia semelhante, esse projeto realizou viagens técnicas a seis destinos turísticos nacionais, considerados como melhores práticas do País.

Grupos de representantes de operadoras de turismo, meios de hospedagem e alimentação, entre outros, conheceram as cidades históricas mineiras, integrantes do Roteiro Estrada Real; Vale do Café (RJ); Fernando de Noronha (PE); Bonito (MS); Roteiro Integrado Ceará/ Piauí/Maranhão; e Costa dos Corais (AL).

Serviço
Agência Sebrae de Notícias – (61) 3348-7494 / 2107-9362

_____
Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em

Almeida

Almeida

21/04/2009 17:45:21
Maravilho! O setor precisa deste tipo de atitude e investimento. Nada mais didático do que a vivência. Parabéns!