Trabalho integrado

Ministério do Turismo e da Pesca e Aquicultura discutem sobre registro de atividades de pesca

  
  

O Brasil dispõe de recursos com potencial para atrair pescadores de todo o mundo. A diversidade de biomas, vastas bacias hidrográficas, corredeiras, lagos, lagoas, manguezais, reservatórios de hidrelétrica e aproximadamente 8 mil quilômetros de costa proporcionam opções de pesca em costões, praias e alto-mar.

Com recursos naturais tão vastos, a atividade de pesca amadora necessita de medidas que a regulamentem, como o cadastro no Registro Geral da Pesca das atividades pesqueiras: embarcações, empreendimentos de turismo de pesca, organizadoras de eventos de pesca, condutor de pesca e pescador amador. Para isso, o Ministério do Turismo (MTur) e o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) formarão Grupo de Trabalho, com o intuito de trabalhar na perspectiva de um cadastro conjunto e definição de conceitos a respeito da pesca amadora.

O sistema de cadastro dos prestadores de serviços turísticos – Cadastur, executado pelo MTur, foi apresentado na manhã de hoje (24) a representantes do MPA, com o intuito de auxiliar e servir de exemplo para a formulação desse cadastramento. As coordenadoras-gerais de Segmentação do MTur, Sáskia Lima, e de Serviços Turísticos, Rosiane Rockenbach, participaram da reunião.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em