Turismo sustentável local é forte instrumento para desenvolv. do setor

Brasil e Itália fortalecem troca de experiências em seminário Fonte: MTuris Representando a ministra do Turismo, Marta Suplicy, o secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, José Evaldo Gon

  
  

Brasil e Itália fortalecem troca de experiências em seminário

Fonte: MTuris

Representando a ministra do Turismo, Marta Suplicy, o secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, José Evaldo Gonçalo, participou, na tarde desta quarta-feira (2), no Auditório do Hotel Nacional, em Brasília, da abertura do Seminário Turismo, ambiente e identidade local para um desenvolvimento sustentável e integrado do território. Evaldo ressaltou a importância do trabalho de cooperação, realizado entre o Brasil e a Itália, desde 2004, para o desenvolvimento do turismo, apontado por ele como vetor de sustentabilidade.

Para o secretário do MTur, tudo que se refere a turismo deve ser visto como sustentável. “Este acordo de cooperação permite que tenhamos uma aproximação com um país que é muito receptivo e que tem muito a nos ensinar. É uma troca de experiências, onde podemos mostrar nossas qualidades e nossas potencialidades”.

O embaixador da Itália no Brasil, Michele Valensise, destacou o seu orgulho pelos resultados alcançados entre o cooperativismo dos dois paises. “Somos dois paises semelhantes e este fato tinha sido deixado de lado. O turismo é um setor muito promissor e estamos muito felizes em compartilhar, com os nossos amigos brasileiros, esse intercâmbio de experiências”. Segundo Valensise, dois pontos são fundamentais para o sucesso do acordo: o primeiro, concordando com Evaldo, é a centralização da idéia do turismo como meio sustentável e, segundo, a continuidade do trabalho já realizado. “Temos que valorizar o que já foi feito para que as ações continuem sendo realizadas com qualidade”, concluiu ele.

Presente também no evento, o secretário Executivo da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, Márcio Favilla, destacou que o acordo de cooperação assinado entre os dois paises é uma forma de inserção de grandes possibilidades para todo o setor: “É muito importante vermos o turismo em sua plenitude. É um acordo que congrega não apenas dois países, mas regiões e cidades também”.

Suzana Guidotte, representante das regiões italianas envolvidas no acordo, enfatizou que as atividades que nascem por meio dessa cooperação são de interesse dos governos brasileiro e italiano especialmente porque, embora sendo um acordo bilateral, ele tem uma amplitude para toda a América Latina. “O Brasil é um grande intermediador político”, finalizou ela.

O seminário faz parte das ações inseridas no Protocolo de Colaboração, celebrado entre a Presidência da República do Brasil e as regiões italianas de Úmbria, Toscana, Marche e Emilia-Romagna. Ele é caracterizado pelo tema do desenvolvimento local/regional, com a valorização do patrimônio natural e cultural nos territórios de Santa Maria (RS), Serra da Mantiqueira (SP e MG), Serra das Confusões (PI e MA) e entorno do Amazonas.

O seminário, nos próximos dois dias, abordará temas como: valorização dos produtos agro-alimentares do território, valorização dos parques nacionais, valorização de um patrimônio arqueológico, estratégias de comunicação, promoção e marketing turístico e os observatórios para ações, propostas e projetos para o turismo sustentável.

Fonte: Portal Radar

  
  

Publicado por em