Usina Hidrelétrica de Itaipu pretende ampliar número de visitantes.

A Usina Hidrelétrica de Itaipu pretende ampliar o número de visitantes em relação aos 400 mil que recebeu no ano passado. A meta deve ser alcançada até 2009, através da implantação do novo mod

  
  

A Usina Hidrelétrica de Itaipu pretende ampliar o número de visitantes em relação aos 400 mil que recebeu no ano passado. A meta deve ser alcançada até 2009, através da implantação do novo modelo de gestão e operação do turismo, que foi apresentada ontem na palestra “Complexo Turístico de Itaipu”, realizada pelo coordenador geral do Complexo Turístico de Itaipu (FPTI), Luiz Rolim de Moura, durante o 2º Festival Internacional de Turismo de Foz do Iguaçu. Desde o início de junho, a gestão do Complexo Turístico de Itaipu passou a ser feita, pela Fundação Parque Tecnológico ITAIPU.

De acordo com Luiz Rolim, a empresa vai atuar em três frentes para promover esse aumento no volume de turistas. “Vamos atuar junto ao mercado profissional e agencias de viagens, principalmente no mercado regional, grande comprador de nossa região, na divulgação turística em eventos em conjunto com a imprensa especializada e na melhoria dos atrativos.”, informou o coordenador.

Como aproximadamente 55% dos visitantes da usina são turistas rodoviários, cujo itinerário não supera um dia de viagem, a abordagem será realizada junto ao mercado turístico, agencias e operadoras, porém ampliando, em estratégia de divulgações dos atrativos ao público direto, principalmente em produtos segmentados e eventos.

Para despertar ainda mais o interesse das pessoas que utilizam o transporte aéreo, o que representa nos caso do destino Iguassu principalmente percorrer trechos de quatro ou cinco horas dentro do território nacional e do mercosul, responsável por 25% dos turistas, a Itaipu intensificou a comunicação com a mídia de suporte para destacar os produtos comercializados e as novas atrações apresentadas. Os pacotes para turistas estrangeiros continuam a ser comercializado junto aos maiores operadores internacionais.

Itaipu sob medida.

Outra novidade apresentada aos participantes do Festival para melhor aproveitar o calendário sazonal é a nova forma de comercialização do produto turístico Itaipu. Chamado de “ITAIPU SOB MEDIDA”, ele apresenta produtos diferenciados e voltados para cada nicho de mercado, como pacotes para o meio acadêmico, profissional, corporativo e da melhor idade.

“A visitação terá mais interatividade, com conteúdos que unem a história, educação ambiental e entretenimento, de forma que o turista não faça apenas a contemplação da usina, mas possa interagir e viver a sua odisséia”, conclui coordenador geral.

Turismo auto-sustentável.

Desde de 1º junho, a Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil, entidade sem fins lucrativos, passou a gerir as operações turísticas da usina. Com o objetivo de tornar o turismo em Itaipu auto-sustentável, todas as visitas turísticas passaram a ser pagas.

“Em três anos, esperamos que o novo modelo de operação do turismo em Itaipu atinja a maturidade ”, explica Rolim. Com a transferência de comando, pretende-se acrescentar um caráter de apoio também à atividade turística local.

O dirigente explica que os recursos arrecadados com a venda dos ingressos serão direcionados para melhoria em infra-estrutura e programa de capacitação dos profissionais que trabalham no complexo. “Pretendemos aumentar o tempo de permanência dos turistas dentro da usina e, conseqüentemente, em Foz do Iguaçu”.

Para isso, a empresa intensificou a divulgação dos diversos atrativos disponíveis no complexo turístico de Itaipu. Além das duas opções de visitas, panorâmica e o circuito turístico especial –, o visitante pode conhecer o Ecomuseu, o Refúgio Biológio Bela Vista e a Iluminação Monumental da Barragem.

Fonte: Guto Descrove

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em

Ronaldo soares

Ronaldo soares

20/04/2012 19:38:48
Muito bom e interesante,mais acho q deveria ser um pouco mais barato o passeio interno, para q mais pessoas pudessem visitar